terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Ibravin lança cartilha “Nem tudo que borbulha é espumante”

ocê sabe a diferença entre espumante, sidra e frisante? Se não sabe, está na hora de acessar a cartilha “Nem tudo que borbulha é espumante”, produzida pelo Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho), com o objetivo de informar os consumidores – e os interessados em geral – sobre a diferença existente entre o espumante e produtos substitutos. Para baixar a cartilha, é só acessar o endereço eletrônico na internet www.ibravin.org.br e ir na seção “Downloads”.

“Notamos que há muita confusão ainda na cabeça das pessoas, por isso, produzimos este material com o objetivo de esclarecer e informar”, afirma o gerente de Promoção e Marketing do Ibravin, Diego Bertoli. O conteúdo do material é da advogada Kelly Lissandra Bruch, assessora jurídica do Ibravin e profunda conhecedora da legislação que rege os produtos derivados da uva no Brasil e também no mundo. Mestre em Agronegócios pela UFRGS, Kelly Bruch acaba de chegar de Paris, na França, onde faz doutorado em Direito na Université Rennes, em parceria com a UFRGS.


Não confunda

No material didático estão descritas as características essenciais de um vinho espumante, que tem como diferencial a elaboração através de duas fermentações alcoólicas. As duas maneiras de realizar a segunda fermentação – o método tradicional ou champenoise e o charmat – são detalhadas de forma simples e fácil.

Também há a diferenciação das cinco classificações de espumantes, conforme a quantidade de açúcar presente, como o Extrabrut (0g a 6g de açúcar por litro de espumante); Brut (6g a 15g); Sec / Seco (15g a 20g); Meio Seco / Meio Doce / Demi-Sec (20g a 60g); e Doce (mais de 60g). Um serviço importante é a demonstração de como reconhecer cada tipo de produto nas prateleiras de supermercados e lojas de bebidas.

A cartilha faz um alerta importante e básico, apesar de nem sempre compreendido até por publicações especializadas no assunto. Só há dois tipos de espumantes, o espumante e o moscatel espumante. E os outros? Os outros não são espumante. “Bolinhas não são sinônimo de espumante”. Além dos dois tipos de espumantes, existem outros produtos, previstos em lei, que apresentam “bolinhas”, mas que não podem ser confundidos com os espumantes. Caso das sidras, dos vinhos gaseificado e frisantes, do filtrado doce, do fermentado de frutas, da bebida alcoólica mista e até do refrigerante.

“Alguns também são provenientes da uva, como o vinho gaseificado, o vinho frisante e o filtrado doce. Outros são provenientes de outras frutas, como a sidra (que é feita de maçã) e outros fermentados de fruta”, esclarece a cartilha. “Há também produtos que são uma mistura de tudo um pouco, que são conhecidos como bebida alcoólica mista, pois neles há, além de fermentado, algum destilado alcoólico (álcool de cana), acrescido dos mais diferentes componentes. Este é o caso, por exemplo, do cooler, da sangria e demais coquetéis. E, dentre aqueles borbulhantes que se definem sem álcool, o que encontramos na verdade são refrigerantes. Sejam eles de maçã, de uva ou mistos.”


Fonte: Ibravin

2 comentários:

Kelly Bruch disse...

Olá, tudo bem?
Já viste a nova edição da cartilha sobre espumante? foram feitas agora também para vinho e suco. Apreciaria muito uma leitura crítica tua!!!
Tem uma matéria completa no link: fonte: http://www.gramadomagazine.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3555:assunto-de-relevancia-para-gastronomia-hotelaria-e-leigos&catid=219:edicao-n-356-22-08-2013&Itemid=53
E elas estão no site do IBRAVIN.
Abs
Kelly Bruch

Kelly Bruch disse...

Olá, tudo bem?
Já viste a nova edição da cartilha sobre espumante? foram feitas agora também para vinho e suco. Apreciaria muito uma leitura crítica tua!!!
Tem uma matéria completa no link: fonte: http://www.gramadomagazine.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3555:assunto-de-relevancia-para-gastronomia-hotelaria-e-leigos&catid=219:edicao-n-356-22-08-2013&Itemid=53
E elas estão no site do IBRAVIN.
Abs
Kelly Bruch